Iniciou os seus estudos no Rio de Janeiro com a Professora Dalva Senra. A sua formação passou por nomes como Alfredo Cerquinho, Gilberto Tinetti, Jacques Klein, Homero de Magalhães e Magda Tagliaferro. Tem se apresentado tanto como solista como em música de câmara pelo Brasil, assim como em Portugal, Espanha, França, Áustria, África do Sul e Estados Unidos, actuando sob a direcção dos Maestros Eleazar de Carvalho, Diogo Pacheco, Paulo Ridlevsky, Camargo Guarnieri, Ferreira dos Santos, Manuel Ivo Cruz e Mário Mateus, Lawrence Golan. Tocou com as Orquestras Sinfónica do Estado de S. Paulo, Orquestra de Cordas da Universidade de S. Paulo, Orquestra Sinfónica do Espírito Santo, Orquestra Jovem de S. Caetano do sul, Orquestra do Conservatório Regional de Gaia e Filarmonia das Beiras. Sua vida artística em Portugal é muito intensa. Desenvolve trabalho como pianista no Conservatório do Porto e no Conservatório Superior de Gaia onde trabalha com a classe de canto da Professora Fernanda Correia. Paralelamente desenvolve uma carreira como maestro, tendo dirigido as Orquestras Filarmonia das Beiras, Ensamble do Porto e Orquestra do Conservatório de Música de Gaia (Portugal). Por dois anos consecutivos foi convidado para ser o Pianista acompanhador do Concurso para jovens clarinetistas de Portugal. Em 2003 foi convidado para ser o acompanhador oficial do Concurso Internacional para Violino da Covilhã e desde 1998 que é convidado para ser o pianista oficial do Concurso de selecção em Portugal da Orquestra de Jovens da união Europeia. Seu trabalho como pianista acompanhador está relacionado com a grande número de jovens músicos portugueses tendo, com alguns deles, uma constante relação profissional. Mestre pela Universidade de Scheffield tendo apresentado Tese na área de piano de acompanhamento na Ópera. Actualmente é Maestro do Coro de São Tarcísio na Igreja da Trindade do Porto.